Av. Duque D'Ávila, 28,
2º- Sala 204, 1000-141
Saldanha - Lisboa

Depressão



Depressão

A depressão tem vários sintomas, tais como: perda de energia, perda de interesse pelas atividades do dia-a-dia, tristeza, perda ou aumento de apetite e de peso, dificuldades de concentração, auto-crítica, sentimentos de desespero, queixas físicas, isolamento, irritabilidade, dificuldade em tomar decisões, pensamentos acerca de morte e suicídio.



É muito frequente, que as pessoas que estão deprimidas também sofram de ansiedade. Sentem-se muitas vezes preocupadas, nauseadas, com tonturas, arrepios de calor e de frio, visão turva, batimento cardíaco acelerado e suores. A depressão clínica varia de ligeira a severa (major). Por exemplo, algumas pessoas apresentam poucos sintomas que ocorrem algumas vezes. Outras pessoas, que sofrem de depressão severa (major), queixam-se de um largo número de sintomas que são frequentes, duradouros e muito perturbadores.



A depressão, tal como a ansiedade (que ocorre ainda mais frequentemente do que a depressão) é equiparável (em termos de frequência) à comum constipação dos problemas emocionais. Estima-se que num dado ano, um grande número de pessoas irá sofrer de depressão major: 25% das mulheres e 12% dos homens irão sofrer pelo menos um episódio de depressão major no decurso das suas vidas. A probabilidade de recorrência de outro episódio depois do episódio inicial é alta. Felizmente, existem tratamentos muito eficazes que podem ajudar a reduzir significativamente a possibilidade de uma recaída.



Toda a gente se sente triste ou em baixo, às vezes. Se nota que se sente triste ou em baixo a maior parte do tempo, que perdeu o interesse e a motivação para fazer coisas que normalmente apreciava, que houve mudanças no seu apetite, sono e energia, que se sente mal consigo mesma/o, então pode estar a viver uma depressão.



A sua depressão pode ser uma reação a um acontecimento da sua vida, ou uma re-ocorrência de algo que já sentiu anteriormente ou que tem vindo a lutar durante anos...Não precisa de o fazer sozinha/o, procure ajuda!


 
 
 
 
 
 
Copyright © 2019 inTherapy