Av. Duque D'Ávila, 28,
2º- Sala 204, 1000-141
Saldanha - Lisboa

Ansiedade



Ansiedade

A preocupação excessiva e o medo podem ser muito desgastantes. Muitas vezes, é difícil perceber que estamos em sofrimento, porque se trata de uma situação que já nos acompanha há tanto tempo que parece normal fazer parte da nossa vida.


As pessoas que sofrem de ansiedade têm preocupações persistentes todos os dias. Além disso, também experienciam sintomas físicos, como inquietações, falta de ar, palpitações, dores musculares (tensão), suores e insónia ou outras perturbações do sono. Se não for tratado, muitas vezes este estado de ansiedade leva a uma situação de depressão.



As pessoas com ansiedade preocupam-se com coisas que lhes são relevantes. Dependendo da sua personalidade, podem preocupar-se com a rejeição, com o errar, não ter sucesso, ficar doente ou ser abandonado. É frequente, também evidenciarem-se comportamentos de evitamento, ou seja, fugir de situações que despoletam mais ansiedade. Também é muito comum, nas pessoas que sofrem de ansiedade, tentar compensar a ansiedade sendo excessivamente controladoras, preocupando-se demasiado com a aprovação dos outros, ou tentando ser perfeitas.



O medo é uma emoção humana normal e pode ser uma reação a fatores de stress, tais como um trabalho exigente, um problema sério numa relação importante, um diagnóstico médico, ou face a uma decisão importante. No entanto, se estamos a viver muita preocupação e tensão, irritabilidade, se sentimos os músculos tensos e temos tido dificuldade em dormir e em concentrarmo-nos, ou experienciamos uma sensação de pânico (palpitações cardíacas, suores, tonturas, tremores, náuseas, ou medo intenso), talvez tenha chegado o momento de pedir ajuda!


 
 
 
 
 
 
Copyright © 2019 inTherapy